1. Permiss√£o internacional para dirigir
  2.  / 
  3. Blog
  4.  / 
  5. 10 fatos interessantes sobre a Argélia
10 fatos interessantes sobre a Argélia

10 fatos interessantes sobre a Argélia

Fatos rápidos sobre a Argélia:

  • Popula√ß√£o: Aproximadamente 44 milh√Ķes de pessoas.
  • Capital: Argel.
  • Maior cidade: Argel.
  • Idiomas oficiais: √°rabe e berbere (tamazight); o franc√™s tamb√©m √© amplamente utilizado.
  • Moeda: Dinar argelino (DZD).
  • Governo: Rep√ļblica semipresidencial unit√°ria.
  • Religi√£o principal: Isl√£, predominantemente sunita.
  • Geografia: Localizado no norte da √Āfrica, limitado pelo Mar Mediterr√Ęneo ao norte, Tun√≠sia e L√≠bia a leste, N√≠ger e Mali ao sul, Maurit√Ęnia, Saara Ocidental e Marrocos a oeste.

Fato 1: A Arg√©lia √© o maior pa√≠s da √Āfrica

A Arg√©lia tem a distin√ß√£o de ser o maior pa√≠s da √Āfrica em √°rea terrestre, cobrindo aproximadamente 2,38 milh√Ķes de quil√īmetros quadrados (919.595 milhas quadradas). Seu extenso territ√≥rio abrange diversas caracter√≠sticas geogr√°ficas, incluindo o vasto deserto do Saara no sul, as montanhas do Atlas no norte e plan√≠cies costeiras f√©rteis ao longo do Mar Mediterr√Ęneo.

O tamanho da Arg√©lia o classifica como o d√©cimo maior pa√≠s do mundo, superando outras na√ß√Ķes not√°veis da √Āfrica, como a Rep√ļblica Democr√°tica do Congo e o Sud√£o. Essa extensa massa de terra abrange uma variedade de climas e paisagens, desde condi√ß√Ķes des√©rticas quentes e √°ridas no Saara at√© temperaturas mais moderadas nas regi√Ķes montanhosas.

Sidsegh, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Fato 2: O território da Argélia foi governado por muitos impérios no passado

Ao longo de sua hist√≥ria, o territ√≥rio da atual Arg√©lia foi governado por v√°rios imp√©rios e civiliza√ß√Ķes, cada um deixando uma marca distinta em sua paisagem cultural, pol√≠tica e arquitet√īnica.

  1. Imp√©rios antigos: A regi√£o foi habitada por tribos e civiliza√ß√Ķes berberes que remontam aos tempos antigos, incluindo os n√ļmidas e cartagineses. Cartago, uma poderosa cidade-estado fen√≠cia, exerceu influ√™ncia sobre as √°reas costeiras antes do conflito com Roma.
  2. Dom√≠nio romano: A Arg√©lia tornou-se parte do Imp√©rio Romano no s√©culo II aC, conhecida como Num√≠dia e mais tarde como parte da prov√≠ncia da √Āfrica. A influ√™ncia romana deixou importantes s√≠tios arqueol√≥gicos, como Timgad e Djemila, exibindo ru√≠nas romanas e planejamento urbano bem preservados.
  3. Per√≠odo V√Ęndalo e Bizantino: Ap√≥s a queda do Imp√©rio Romano Ocidental, a Arg√©lia ficou sob o controle dos v√Ęndalos e, mais tarde, do Imp√©rio Bizantino, que manteve o controle sobre as regi√Ķes costeiras.
  4. Califados isl√Ęmicos: No s√©culo VII dC, os ex√©rcitos √°rabes-mu√ßulmanos conquistaram a Arg√©lia, introduzindo o Isl√£ e estabelecendo v√°rias dinastias isl√Ęmicas, como os om√≠adas, os ab√°ssidas e os fat√≠midas. O dom√≠nio isl√Ęmico transformou a Arg√©lia cultural e politicamente, com cidades como Argel se tornando centros proeminentes da civiliza√ß√£o isl√Ęmica.
  5. Colonização otomana e francesa: A Argélia ficou sob o domínio otomano no século XVI, seguida pela colonização francesa no século XIX. O domínio francês durou até a Argélia conquistar a independência em 1962, após uma prolongada guerra de independência.
  6. Argélia independente: Desde que conquistou a independência, a Argélia evoluiu política e culturalmente, buscando criar uma identidade nacional moderna e, ao mesmo tempo, preservar sua rica herança histórica.

Fato 3: A Arg√©lia tem 7 locais do Patrim√īnio Mundial da UNESCO

A Arg√©lia possui 7 locais do Patrim√īnio Mundial da UNESCO, mostrando sua rica heran√ßa cultural e hist√≥rica.

  1. Al Qal‚Äôa de Beni Hammad ‚Äď Localizado nas montanhas de Hodna, este local inclui as ru√≠nas da primeira capital da dinastia Hammadid, datada do s√©culo XI. Possui vest√≠gios monumentais que testemunham a grandeza da cidade medieval.
  2. Dj√©mila ‚Äď Tamb√©m conhecida como Cuicul, Dj√©mila √© uma antiga cidade romana na parte nordeste da Arg√©lia. Ele preserva ru√≠nas romanas excepcionais, incluindo f√≥runs bem preservados, templos, bas√≠licas, arcos triunfais e casas com belos pisos de mosaico.
  3. Vale do M‚Äôzab ‚Äď Essa paisagem cultural abriga um conjunto de cinco cidades o√°sis (Gharda√Įa, Beni Isguen, Bou Noura, El Atteuf e Melika), habitadas desde o s√©culo XI. As cidades s√£o constru√≠das usando m√©todos tradicionais e est√£o adaptadas ao ambiente √°rido do deserto.
  4. Tassili n‚ÄôAjjer ‚Äď Localizada no deserto do Saara, Tassili n‚ÄôAjjer √© conhecida por sua arte rupestre pr√©-hist√≥rica que retrata atividades humanas antigas, que v√£o de 12.000 aC a 100 dC. A arte inclui cenas de ca√ßa, dan√ßa e rituais, fornecendo informa√ß√Ķes sobre o in√≠cio da vida saariana.
  5. Timgad ‚Äď Fundada pelo imperador Trajano por volta de 100 d.C., Timgad √© uma cidade colonial romana bem preservada nas Montanhas Aures. Seu plano de grade, t√≠pico do urbanismo romano, inclui um f√≥rum, templos, anfiteatro e banhos, mostrando a arquitetura c√≠vica romana.
  6. Tipasa ‚Äď Situada na costa da Arg√©lia, Tipasa √© um antigo entreposto comercial p√ļnico conquistado por Roma e transformado em uma base estrat√©gica para a conquista dos reinos da Maurit√Ęnia. Ele cont√©m um conjunto √ļnico de ru√≠nas fen√≠cias, romanas, crist√£s primitivas e bizantinas.
  7. Kasbah de Argel ‚Äď A Kasbah √© um exemplo arquitet√īnico √ļnico de uma estrutura urbana hist√≥rica em Argel, datada do per√≠odo otomano. Inclui ruas estreitas, pra√ßas, mesquitas e pal√°cios otomanos, fornecendo informa√ß√Ķes sobre o passado otomano da Arg√©lia.

Nota: Se você planeja visitar a Argélia, verifique se precisa de uma carteira de motorista internacional na Argélia para alugar e dirigir um carro.

Zakzak742, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Fato 4: A maior parte do país é o deserto do Saara

Cobrindo aproximadamente 80% da √°rea total do pa√≠s, o Saara se estende por vastas extens√Ķes das regi√Ķes sul e sudeste da Arg√©lia. Essa paisagem √°rida √© caracterizada por imensas dunas de areia, planaltos rochosos e vegeta√ß√£o esparsa adaptada √†s condi√ß√Ķes do deserto.

O deserto do Saara, na Arg√©lia, n√£o √© apenas not√°vel por seu tamanho, mas tamb√©m por suas diversas forma√ß√Ķes geol√≥gicas e antigos locais culturais. Inclui o Parque Nacional Tassili n‚ÄôAjjer, um Patrim√īnio Mundial da UNESCO conhecido por sua arte rupestre pr√©-hist√≥rica e forma√ß√Ķes dram√°ticas de arenito. O clima e o terreno extremos do deserto apresentam desafios significativos para a habita√ß√£o humana, com a maioria dos assentamentos agrupados em torno de o√°sis e ao longo da faixa costeira norte, onde prevalecem condi√ß√Ķes mais favor√°veis.

Fato 5: O animal nacional da Argélia é a raposa Fennec

O animal nacional da Arg√©lia √© a raposa Fennec (Vulpes zerda), uma pequena esp√©cie de raposa noturna adaptada a ambientes des√©rticos. Conhecida por suas distintas orelhas grandes que ajudam a dissipar o calor e os sentidos agu√ßados, a raposa Fennec √© especialmente adequada para sobreviver nas duras condi√ß√Ķes do deserto do Saara, que cobre grande parte do territ√≥rio da Arg√©lia.

Essas raposas s√£o conhecidas por sua pele cor de areia, que as camufla contra as areias do deserto, e se alimentam principalmente de pequenos roedores, insetos e plantas. Sua capacidade de resistir a altas temperaturas e conservar √°gua os torna um s√≠mbolo ic√īnico da ecologia des√©rtica e da resili√™ncia da Arg√©lia em ambientes desafiadores.

bilal brzm, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Fato 6: A Argélia tem grandes reservas de petróleo e gás

A Argélia possui reservas significativas de petróleo e gás natural, que desempenham um papel crucial em sua economia e nos mercados globais de energia. Aqui estão alguns fatos importantes sobre as reservas de petróleo e gás da Argélia:

  1. Reservas de petr√≥leo: A Arg√©lia √© o terceiro maior produtor de petr√≥leo da √Āfrica e possui substanciais reservas comprovadas de petr√≥leo. De acordo com estimativas recentes, as reservas comprovadas de petr√≥leo da Arg√©lia s√£o de cerca de 12,2 bilh√Ķes de barris. A produ√ß√£o de petr√≥leo do pa√≠s tem sido historicamente centrada no campo petrol√≠fero de Hassi Messaoud, um dos maiores da √Āfrica.
  2. Reservas de g√°s natural: A Arg√©lia √© um importante player no mercado global de g√°s natural, classificando-se entre os principais exportadores de g√°s natural liquefeito (GNL). O pa√≠s possui significativas reservas comprovadas de g√°s natural, estimadas em cerca de 4,5 trilh√Ķes de metros c√ļbicos. Os principais campos de g√°s natural incluem Hassi R‚ÄôMel, In Salah e Gassi Touil.
  3. Import√Ęncia econ√īmica: As exporta√ß√Ķes de petr√≥leo e g√°s constituem a espinha dorsal da economia da Arg√©lia, representando uma parte substancial da receita do governo e das receitas de exporta√ß√£o. O setor de energia do pa√≠s atraiu investimentos estrangeiros significativos e desempenha um papel fundamental em seu desenvolvimento econ√īmico.

Fato 7: A Argélia é famosa por suas datas

A Arg√©lia tem uma reputa√ß√£o significativa por sua produ√ß√£o de t√Ęmaras, que n√£o s√£o apenas um alimento b√°sico na culin√°ria argelina, mas tamb√©m um importante produto de exporta√ß√£o agr√≠cola. Os vastos bosques de tamareiras do pa√≠s, particularmente no norte do Deserto do Saara e em outras regi√Ķes adequadas, produzem uma grande variedade de t√Ęmaras conhecidas por seus sabores ricos e valor nutricional. Entre eles, Deglet Nour, Medjool e Ghars s√£o particularmente conhecidos por sua qualidade e sabor.

Culturalmente, as t√Ęmaras ocupam um lugar especial nas tradi√ß√Ķes argelinas. Eles s√£o comumente usados na prepara√ß√£o de pratos e sobremesas locais, mostrando sua versatilidade e import√Ęncia nas pr√°ticas culin√°rias di√°rias. Al√©m disso, as datas desempenham um papel significativo nos contextos sociais e religiosos, muitas vezes servidas como um gesto de hospitalidade durante reuni√Ķes e festividades.

Fato 8: Os argelinos bebem muito ch√°

Os argelinos t√™m uma forte tradi√ß√£o de consumir ch√° durante todo o dia, sendo o ch√° de menta a variedade mais popular. Este ch√° tradicional, conhecido localmente como ‚Äúatay b‚Äônana‚ÄĚ ou simplesmente ‚Äúatay‚ÄĚ, √© feito mergulhando folhas de ch√° verde com folhas de hortel√£ fresca e quantidades generosas de a√ß√ļcar em √°gua fervente.

Beber ch√° na Arg√©lia vai al√©m de um mero refresco; √© uma pr√°tica cultural que promove a uni√£o e a hospitalidade com a comunidade. Servir ch√° √© um gesto de cordialidade e boas-vindas nas fam√≠lias argelinas, oferecido aos h√≥spedes como um sinal de respeito e amizade. Geralmente √© acompanhado por conversas, lanches como t√Ęmaras ou doces e, √†s vezes, at√© mesmo fuma√ßa de um cachimbo de √°gua tradicional (shisha ou narguil√©).

Al√©m de seu significado social, o ch√° tamb√©m desempenha um papel em contextos religiosos e cerimoniais. Durante o Ramad√£, o m√™s do jejum, o ch√° √© particularmente apreciado como um meio de quebrar o jejum ao p√īr do sol (iftar).

Fato 9: Os argelinos adoram futebol

O amor da Arg√©lia pelo futebol √© evidente no fervor que envolve partidas locais, competi√ß√Ķes internacionais e grandes torneios, como a Copa das Na√ß√Ķes Africanas e a Copa do Mundo FIFA. Partidas da sele√ß√£o argelina, conhecida como Desert Foxes, evocam orgulho e solidariedade nacionais, atraindo grande apoio de torcedores que seguem sua jornada com dedica√ß√£o inabal√°vel.

A influ√™ncia do esporte se estende al√©m do campo, moldando intera√ß√Ķes sociais, discuss√Ķes e at√© mesmo discursos pol√≠ticos √†s vezes. Os argelinos se re√ļnem em caf√©s, casas e pra√ßas p√ļblicas para assistir jogos juntos, celebrando vit√≥rias e lamentando derrotas como uma experi√™ncia coletiva.

A Argélia produziu jogadores talentosos que deixaram sua marca em ligas nacionais e clubes internacionais, alimentando ainda mais a paixão do país pelo futebol. Esses atletas servem como modelos e fontes de inspiração para jovens aspirantes a jogadores em todo o país.

Raouf19Setif, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Fato 10: A Arg√©lia √© o segundo pa√≠s livre de mal√°ria na √Āfrica

O sucesso da Arg√©lia na elimina√ß√£o da mal√°ria pode ser atribu√≠do a v√°rios fatores. Iniciativas robustas de sa√ļde p√ļblica, incluindo ampla distribui√ß√£o de mosquiteiros tratados com inseticida, programas internos de pulveriza√ß√£o residual e gerenciamento eficaz de casos, desempenharam pap√©is cruciais na redu√ß√£o da transmiss√£o da mal√°ria. A forte infraestrutura de sa√ļde do pa√≠s, apoiada por parcerias governamentais e internacionais, facilitou o diagn√≥stico e o tratamento r√°pidos dos casos de mal√°ria, contribuindo para o decl√≠nio geral na incid√™ncia da mal√°ria.

Please type your email in the field below and click "Subscribe"
Subscribe and get full instructions about the obtaining and using of International Driving License, as well as advice for drivers abroad