1. Permissão internacional para dirigir
  2.  / 
  3. Blog
  4.  / 
  5. Ter um cachorro em um carro
Ter um cachorro em um carro

Ter um cachorro em um carro

Uma viagem de carro com um cachorro é uma excelente aventura, uma oportunidade de conhecer novos lugares junto com um animal de estimação e visitar pontos turísticos interessantes ao longo da estrada, além de planejar sozinho a rota e a hora de chegada ao seu destino.

No entanto, às vezes não é tão simples. Viajar de carro com um cachorro precisa ser pensado com antecedência para contornar facilmente todas as armadilhas. É exatamente com isso que este artigo o ajudará!

Aqui você encontrará todas as informações necessárias sobre como viajar em seu próprio carro com um cachorro. As vantagens e desvantagens dessa viagem estão listadas, as recomendações para preparar, compilar a rota e o que levar com você estão presentes. Além disso, dicas úteis e regras de segurança são fornecidas ao longo do caminho.

Nem todos os cães são passageiros ideais, mas vale a pena fazer apenas algumas etapas preparatórias, tomar precauções simples, e a viagem com um cachorro no carro será a mais tranquila possível.

Preparando-se para uma viagem

O cão deve se acostumar com o carro com antecedência. Ela deve ser levada para dentro por alguns minutos, primeiro dando a oportunidade de ficar em casa, cheirar, considerar o espaço e depois fazer viagens curtas. Assim, os animais de quatro patas se adaptam ao som do motor e às condições do tráfego nas estradas. É melhor colocar o animal no carro em sua roupa de cama favorita com o cheiro habitual.

Uma coleira e focinheira fortes para viajar no carro são obrigatórias. Eles devem ser comprados com antecedência e mantidos constantemente na cabine ou no porta-malas, mesmo que você não planeje ir a lugar nenhum no futuro próximo.

Ao viajar para o exterior, o cão deve ser lascado e vacinado com antecedência, tendo emitido uma permissão especial para partida e um passaporte veterinário de padrão internacional.

Não alimente seu cão por algumas horas antes da viagem. É melhor que o cachorro não coma nada durante a viagem. Muitos cães, especialmente cachorros, balançam e vomitam em viagens.

De acordo com as estatísticas, cada sexto cão é suscetível ao enjôo.

Lembre-se: o cachorro não deve ser repreendido se ficar doente no carro!

Água e uma tigela para beber devem estar sempre disponíveis, e você deve oferecer uma bebida a cada parada.

Você também deve ter fraldas descartáveis na cabine. Eles podem ser colocados no assento onde o cão vai andar ou de joelhos se o cão for pequeno e viajar nas mãos do passageiro.

Você deve comprar pacotes especiais e uma concha para limpar a sujeira do seu cão. Usando guardanapos e lenços umedecidos, você pode limpar as patas do cachorro depois de caminhar na chuva ou na neve molhada.

Para viagens com duração de vários dias, você deve comprar um concentrado de papas instantâneas e alimentos enlatados (ou alimentos secos). Parar durante a noite permite ao motorista não apenas alimentar o cachorro, mas também passear com ele.

Certifique-se de ensinar ao cão a execução incondicional dos comandos “sentar” e “deitar” com antecedência. Um animal não deve criar problemas para o motorista.

Também é desejável ter os brinquedos favoritos do cachorro no carro.

Tipos de viagens de carro com um cachorro

Como regra geral, as viagens ao veterinário são usuais. Eles não são longos, a menos que você esteja em uma área remota. Os cães costumam ser levados para casas suburbanas — também são viagens de um dia. Se isso acontecer, o dono vai querer passear com o cachorro sem coleira em áreas desertas. Finalmente, as viagens são longas com toda a família e não há ninguém para cuidar do animal de estimação.

Como garantir a segurança do cachorro em uma viagem

Todas essas viagens no carro devem ser seguras. Qualquer parada sugere que o carro seja deixado na sombra e a janela levemente aberta. O cão não deve escorregar no chão durante uma frenagem repentina, por isso é melhor colocar uma rede especial nos assentos, permitindo que o animal fique em seu lugar.

Para não ter a triste experiência de perder cães na estrada, lembre-se: em caso de acidente, o cão pode ser jogado pelo para-brisa, e somente a fixação do cão por correias (se ele estiver no banco da frente) pode eliminar essa situação. Mas os donos de cães experientes são aconselhados a acostumar o animal a andar no banco de trás ou no porta-malas (de crossovers ou picapes). Você pode separar a frente e a traseira da cabine por uma rede especial. O cão ficará confortável atrás deles e, ao mesmo tempo, não distrairá o motorista. Além disso, é possível comprar uma caixa especial para o transporte de animais. O animal se sente confortável nele e, o mais importante, não há risco de ferimentos ao parar abruptamente.

Não se esqueça de tomar sprays para carrapatos!

Obrigado pela leitura e não se esqueça de solicitar uma carteira de motorista internacional antes de viajar para o exterior com seu cachorrinho. Os animais sentem o humor de seus donos. Portanto, a confiança em dirigir nas estradas do mundo é transmitida na forma de bom humor para seus animais de estimação.

Please type your email in the field below and click "Subscribe"
Subscribe and get full instructions about the obtaining and using of International Driving License, as well as advice for drivers abroad